Surpresa do Destino

Surpresa do Destino

Surpresa do Destino

(Deus Pai todo poderoso
Cuide bem do meu amor
O Senhor precisou dela
Não importa minha dor

Ilumine a sua alma
Eu lhe peço com fervor
E para me conformar
Dai-me força a minha dor)

Quando a sombra da noite descia
Em meu lar cansado cheguei
Ao entrar pela porta sorrindo
Minha linda mulher encontrei

Ceiamos na mesa juntinhos
Meus trabalhos do dia contei
Abraçados para o nosso quarto
Nos seus braços dormindo sonhei

Minha amada morreu de repente
Assustado chorando acordei
Coitadinha já estava gelada
Socorro, socorro gritei

Foi tarde, não adiantou mais
Sem a minha querida fiquei
Hoje sou um triste solitário
Tô chorando por quem mais amei

Ela foi uma santa mulher
Compreensiva e de muito valor
Ainda guardo um seu retratinho
De beijar está perdendo a cor

Todas as noites sonho com ela
E abraço com todo o fervor
O meu travesseiro molhado
Com as lágrimas de um sonhador

Como é triste viver sem aquela
Que a amo com todo o fervor
Que mudou-se para o campo santo
Me deixando saudades e dor

Sobre a campa onde ela mora
Pus a cruz de Nosso Senhor
Onde passo todos os dias
Pra enfeitar sua campa de flor

Comentários