Duas Balas de Ouro

Duas Balas de Ouro

Duas Balas de Ouro

Eu inventei essa moda e não reparei no defeito
Inventei ela chorando sofrendo daquele jeito
Um caboclo apaixonado nunca faz nada direito
Coração que só padece faz morada nesse peito

Meu coração só divide mesmo assim ele reage
Vou matar quem não me ama quem mora nesta
Eu mato ela e me mato pois eu tenho esta corage
Viver sendo desprezado a vida não tem vantage

Mandei fazer na Europa e não demora pra vim
Um revolver de platina e o cabo é de marfim
E duas balas de ouro duas vidas vai ter
Uma bala é pra ela e outra vai ser pra mim

Gosto tanto dessa ingrata, mas ela não me quer bem
E mando carta pra ela resposta pra mim não vem
Eu mato ela e me mato vai ser o jeito que tem
Ela não pode ser minha não vai ser de mais ninguém

Vou matar quem não me ama, quem não quer ser meu tesouro
Um tiro silencioso sem barulho e sem estouro
Dei tanto presente a ela durante o nosso namoro
Agora por despedida eu vou dar bala de ouro

Comentários