Clarão do Horizonte

Clarão do Horizonte

Clarão do Horizonte

Deitado na minha cama
Foi para amanhecer ontem
Acordei muito cedinho
No clarão do horizonte

Dormindo eu tava sonhando
Eu te vi perfeitamente
No sonhos nós tava junto
Eu acordei vós tava ausente
Esse seu lindo semblante, ai, ai
Perturba o sono da gente

Na hora que eu acordei
Reparei por todo o lado
Quem eu vi agora mesmo
Já está tão retirado

É pra vós ficar sabendo
A saudade o que que faz
Quem eu vi agora mesmo
Talvez eu não vejo mais
Eu te vejo é só no sonho, ai, ai
Por isso eu sofro demais

Menina, por te amar
Não tenho as vontade livre
De tudo eu posso esquecer
Mas de você eu acho impossível

Posso viver muitos anos
Meu sentido não descansa
Tem um ditado que diz
Que quem espera sempre alcança
Não morro sem te amar, ai, ai
Não perco a minha esperança

Se for indo desse jeito
Vou sofrendo até morrê
Daria tudo na vida
Pra tar junto de você

Fico triste, fico alegre
Dô risada sem vontade
Pra não dar demonstração
Que eu ando roxo é de saudade
Assim mesmo o povo fala, ai, ai
Que eu tenho felicidade

Comentários