Piolho de Buteco

Piolho de Buteco

Piolho de Buteco

Tô aqui sofrendo, peraí, vou ali sofrer mais um tiquim
Eu até tento, cê foge vai pra longe dos meus olhos

De tanto que eu bebi, se esse álcool virar lágrima, vai dar ruim
Vai alagar a vizinhança inteira

Tô cachaceando todo dia sem você
Bêbado direto, sóbrio não consigo te esquecer
Olha o regaço que cê fez na minha vida
Virei piolho de boteco de esquina

Tô cachaceando todo dia sem você
Bêbado direto, sóbrio não consigo te esquecer
Olha o regaço que cê fez na minha vida
Virei piolho de boteco de esquina

De tanto que eu bebi, se esse álcool virar lágrima, vai dar ruim
Vai alagar a vizinhança inteira

Tô cachaceando todo dia sem você
Bêbado direto, sóbrio não consigo te esquecer
Olha o regaço que cê fez na minha vida
Virei piolho de boteco de esquina

Tô cachaceando todo dia sem você
Bêbado direto, sóbrio não consigo te esquecer
Olha o regaço que cê fez na minha vida
Virei piolho de boteco de esquina

Tô cachaceando todo dia sem você
Bêbado direto, sóbrio não consigo te esquecer
Olha o regaço que cê fez na minha vida
Virei piolho de boteco de esquina

Tô cachaceando todo dia sem você
Bêbado direto, sóbrio não consigo te esquecer
Olha o regaço que cê fez na minha vida
Virei piolho de boteco de esquina

Comentários