Fada Madrinha

Valesca Popozuda

Visualizações

Letra

[Verso 1]
Lua cheia amerela, pedra na minha janela
Serenata e acapella, e um convinte de amor
Posso ser até a donzela, mas não sou a Cinderela
E quando passa à meia-noite, é quer ficar encantador

[Refrão]
Eu não sou fada madrinha
Mas não dar mole, que eu pego a sua varinha
Eu não sou fada madrinha
Mas não dar mole, que eu pego a sua varinha

[Verso 2]
Até duas eu vou de lado, às três, eu já tô de quatro
E de cinco até a sete, tem banquete, meu amor
De manhã, quero de novo, no café, eu peço ovo
E na hora do almoço, da mais duas, por favor!

[Refrão]
Eu não sou fada madrinha
Mas não dar mole, que eu pego a sua varinha
Eu não sou fada madrinha
Mas não dar mole, que eu pego a sua varinha
Eu não sou fada madrinha
Mas não dar mole, que eu pego a sua varinha
Eu não sou fada madrinha
Mas não dar mole, que eu pego a sua varinha

Músicas Relacionadas
Valesca Popozuda
Valesca Popozuda
Valesca Popozuda
Valesca Popozuda
Tubarão
Aretuza Lovi
Valesca Popozuda
Mais de Valesca Popozuda
Lançamentos
Rozeane Ribeiro
Rozeane Ribeiro
Eliane Silva
Rozeane Ribeiro
Rozeane Ribeiro
Eliane Silva
Rozeane Ribeiro
Ver mais Lançamentos,