PUBLICIDADE
Turma do Gueto

Turma do Gueto

Letra Turma do Gueto

E aih malandragem
Dandu um role pela quebrada,so di passagem
Curtindo um som
O som é pesado,chapadoentao vai que vai meu irmao
Essa é fita aqui,tamu no role
Tamu na paz tudo legal
pode cre
é so curti mais uma festa
toma uma brejas
sem papo furado longe de manos atravessados
sem treta, estou apasiguado
so quero tira uma onda com meu povo
ouvir um som do gueto,um rap bem loco
colar na banca”firmeza”,i da risada de monte
tipo aquelas pro assafesta
vermelho dos meus olhos fiko longe das ervas
nun tem maldad nun tem treta sem sangue.discansse o seu catilho aki não pe filme de bangue bangue
fite a fita mano fique na paz espirito
faço uma preça pos manos q tão no ceu com menos tiros
esse som nun é pra fugir da realidade porque aki
nun é só sofrimento se quise tambem da pra curtir a vontade
e o som invade sue pensament,perieria zona sul quebrada 100 por cento
é vejo muitos manos no veneno,vejo muitos outros viajando
no som que ta batendo,vejo um carar ali chavecando uma mina,iiii a idea não constou
eu casco o bigo e saio no role
é tudo festa mano fasilo fazer oque?!!?
a vida é dificil aqui mais da pra ser feliz quem diria..
favela zona sul quebrada 100 por cento

PUBLICIDADE

Outras letras de Trilha Sonora Do Gueto

Letra k4D3LU$

Infelizmente tá assim tá tudo desandado
A geração que tá só caminha pro errado
Não enxerga na quebrada você de semelhante
Pra eles à 100 metros da favela tá distante
Revolver na senhora no ponto indo trampa
Se pego nas ideias paga de se adiantar
Aonde vai parar responde alguém ai
Cadeia tá lotada 80 assim
Ladrão de celular de tênis e de uber
Pergunta pra um deles se conhece mini uzi

Letra completa

Letra Turma do Gueto

E aih malandragem
Dandu um role pela quebrada,so di passagem
Curtindo um som
O som é pesado,chapadoentao vai que vai meu irmao
Essa é fita aqui,tamu no role
Tamu na paz tudo legal
pode cre
é so curti mais uma festa
toma uma brejas
sem papo furado longe de manos atravessados
sem treta, estou apasiguado
so quero tira uma onda com meu povo
ouvir um som do gueto,um rap bem loco
colar na banca”firmeza”,i da risada de monte
tipo aquelas pro assafesta
vermelho dos meus olhos fiko longe das ervas
nun tem maldad nun tem treta sem sangue.discansse o seu catilho aki não pe filme de bangue bangue
fite a fita mano fique na paz espirito
faço uma preça pos manos q tão no ceu com menos tiros
esse som nun é pra fugir da realidade porque aki
nun é só sofrimento se quise tambem da pra curtir a vontade
e o som invade sue pensament,perieria zona sul quebrada 100 por cento
é vejo muitos manos no veneno,vejo muitos outros viajando
no som que ta batendo,vejo um carar ali chavecando uma mina,iiii a idea não constou
eu casco o bigo e saio no role
é tudo festa mano fasilo fazer oque?!!?
a vida é dificil aqui mais da pra ser feliz quem diria..
favela zona sul quebrada 100 por cento

Letra completa

Letra Favela Sinistra

Favela sinistra
Na madrugada
Filha da puta assassino de farda
Se eles te vê
Tenta corre
De qualquer forma se protege
Seja firmeza, mantenha atitude
Chega na area mais nunca se ilude
Rato na toca tem lingua solta
O cagueta morre pela sua boca
E foi nessa noite
O mano de touca
Que foi encontrado com um tiro na boca
Eu tento zarpa, desbaratina
Mas tem policia por todo lugar
Agora num dá
Vo espera
A cara é fica, se não vai suja
O desespero daquela mulher
que bebe veneno para se matar
Tinha um filho
Tinha um lar
E agora dexo o mundo cria
E é lamentavel aqui na vila
Gente que morre porque vacila
E pos que vacila tem u cuzão
De ranger nova cheia de prestação
Paga de gatão
Mas é vacilão
Na banca não fica por que se não
Vai se diferente e eu vou fala
Na minha não cola porque se pá
Num tem carro novo
Num tem prestação
Mané é mané
e ladrão é ladrão
A fita é essa certo jão
prá sobrevive aqui no capão
Infelizmente quem sofre é a gente
Nuca se sabe o que vem pela frente
Um esqueleto na escuridão
Coisa do tempo
Decomposição
Miséria em ação
Mais um ser então
Que a violência derrubo no chão
O pai desse cara não tem nada a ve
Mais sofre ao vivo depois na tv
Os ossos do filho que a mídia filmo
Depois mais tarde na tela passo
Monto logo o texto
Para acabar
Com aquela familia que estava a penar
Monstro da alma
Inimigo da mente
É o sistema com seu descendente
Filha da puta
Bando do mal
Esquece que também é mortal
Pratica o mal
Pena moral
Vai se fude no juízo final
E a familia o que tem a dizer?
Que o seu filho ninguém vai traze
Na mão de Deus entreguei você
Na lei da terra ceis vão se fude
Quem é você?
prá mi dize?
Tudo que devo
Não devo faze
Quem é você?
prá mi dize?
Tudo que devo
Não devo faze

Letra completa
PUBLICIDADE

Letra Veja

Eu nasci foi pra cantar hip-hop, e não rock
Favelado até umas hora, eu não pago pau pra loki
O meu nome é Kaskão, acho que cê me conhece
Eu sou aquele lá que canta: Na moral, ou dá ou desce

Letra completa

Letra Coração de V.l. Num Bate, Balança

Trilha Sonora do Gueto (T$G) – Coração Di V.l Num Bate, Balança
Trilha Sonora Do Gueto

Letra completa
PUBLICIDADE

Letra Padre Nuestro

Cê me conhece? Não
Então vai segurando
Aqui o vida loca original que ta falando
Dois zero zero oito
E o gueto continua com a corda no pescoço
Policia invadindo os beco pronta pra matar
Atrás do vida loca que gostava de pagar
Só que cês chegaram tarde o vida loca graduou
Ta formado em direito e é chamado de doutor
Anda todo de gravata de sapato bico fino
Se colar lá no congresso vai acabar nos confundindo
Tem diploma igual ele sabe o que é roubar
Mas em Brasília não se rouba hahaha! Vai se lascar!
Já se foi aquele tempo que vocês passava batido
Hoje o gueto ta na sul cês tá tudo engrupido
A saúde do país já morreu agonizando
A cultura o lazer não faz parte dos seus planos
É Brasil democracia na favela é prejuízo
Lá manda quem que pode obedece quem tem juízo

Letra completa

Letra Guerra é Guerra

O infeliz que dita a maldição da terra
É o próprio homem que promove a guerra
Bomba, Bomba de alta destruição
É o desejo que ta dentro do seu coração
No livro da vida Jesus escreveu
Se tem que ama o meu igual você ama o seu
Se é guerra é guerra, eu vo guerrilha
E se seu sangue jorra o meu vai empoça
Isaias capitulo 51 há uma palavra de fé que vale tipo tumtum
Se leu valeu se não leu se fudeu, não adianta cresce o zoio no que é meu
Porque guerra é guerra, bomba é o efeito
De homem pra homem, de peito pra peito
Na selva do gueto ainda quebram correntes
Milhares, milhares de sobreviventes
O psico infernal, o traira imortal
Que ta bem na sua frente não enxerga a real
O pior inimigo é desleal pra vencer
Que é o próprio medo que vêm de você
Macabra noitada, o frio da cilada
Cortes com navalha, mina assinada
Os parente local, que não teve natal
Nem quis festeja o ano, nem carnaval
Família incompleta é sempre quem sofre
Porque tem um na guerra do corre
Se você é cabuloso, eu quero é fica de boa
Brasil favela terra da garoa
Truta de refém, na sua própria quebrada
O maligno mata na noite alterada
O finado esqueceu, prometeu se fudeu
Mato a tiazinha o tiozinho depois de uns dia morreu
Agiu pelo errado, sem entrega ao covarde
Feriu vários lado, pilantra foi tarde
A responsa demonstra batalha na vida
Que honra que honra com ódio e ferida
Enquanto o mundo gira, vários estão morrendo
Se é guerra é guerra , sente o gosto do veneno
Um guerreiro de fé nunca gela
Que pique favela, jamais amarela
Ai jão quem vê cara não vê coração
A maldade se esconde na obsessão neh não
Guerra é guerra o mundão ta no peito
Aqui é desse jeito na selva do gueto, do gueto
Se não deves não teme ao inimigo
Ao pior crocodilo que diz ser amigo (2x)
A sustentável leveza do ser humano
Não te faz entende o mal que está propagando
Prejudicando o gueto, acabando com os preto
Plantando a semente, de ódio no peito
Não pense você que nois vai implora
Se é guerra é guerra nois vai é luta
E de peito erguido
Eu vo prossegui, você só vai me mata se Jesus permite
Que do tamanho de jó assim é minha fé
Você nun é nada sem deus, ai se liga mane
Que a sua bomba é pequena, perto da revolução
Que Jesus cristo fará na sua volta né não
Guerra é guerra o mundão ta no peito
Aqui é desse jeito na selva do gueto,
Se não deves não teme ao perigo
Ao pior crocodilo que diz ser amigo
Guerra é guerra e guerrilheiro vai guerrilha
Vo na fé que o jogo é pra ganha
Eu vo dize deus ta por perto
Até morre vo corre pelo certo
Pra ilumina, reforça meu caminho
Faço uma oração no chão muito espinho
Cabelo voa, o barato endoida
Vê onde pisa se não se corta
Se destrói na faca, você ta ligado
Feito cão e gato, treta aqui é mato
Pontapé, stress, e uma pa de soco
Sobreviventes da cena do loco
Sofredo, favela e tal
Zé polvinho aqui só atiça o mal
Um guerreiro de fé nunca gela, nunca gela
E tem Jesus no coração e jamais amarela
A vida é assim cochilo é sem boi
Sei lei, sem rei, mosco você já foi
Guerra é guerra eu to nela em ação
Deus é a solução, jão, paz pros irmão
Um guerreiro de fé nunca gela
Que pique favela, jamais amarela
Ai jão quem vê cara não vê coração
A maldade se esconde na obsessão neh não
Guerra é guerra o mundão ta no peito
Aqui é desse jeito na selva do gueto, do gueto
Se não deves não teme inimigo
Ao pior crocodilo que diz ser amigo

Letra completa

Letra Num Impurra Ké Pió

São Paulo, Capão Redondo, ano 70
Casal de baiano chegando cheio de sonho
Com uma filha na barriga e um já pra criar
Daqui a pouco nasce D’Jalma, mulequinho da periferia
Nos campinho de terra, dos revolvinho de pau
Do amor a escola, as primeiras letras
Cheio de sonho grande que o sistema não deixa realizar
Ó o que a revolta faz
Ó o que um sonho faz de quem não tem nada
Tirado, sem noção, sem instrução, só o sonho e a revolta

Letra completa

Letra Já Era a Igreja, Já Era

A mentira corre e cansa e a verdade anda e alcança

Letra completa

Letra Calíx-se

Pai sinto falta de você aqui fora na rua
No campim quanto eu tô jogando bola
Eu me lembro do dia que você se despediu
Num negocio de raquete cê portava um fuzil
Fiz de conta que não ví por respeito á você
Mais meu coração no dia já começou a doer
Nasceu em mim aquela hora um pensamento
Como vou me comporta com você aí dentro?

Letra completa

Comentários