Orgânico (Fim de Tarde)

Orgânico (Fim de Tarde)

(part. Samantha Machado, Knust, Kadri, Pelé Milflows)

Orgânico (Fim de Tarde)

Amar é
Dar sem saber
O receber é tão demodê
E amar é
Dar sem saber
O receber é tão demodê

Ela é tudo que eu quero pra mim
Nunca soube me aproximar
Com seu jeito chegou de mansinho
Foi tão fácil de me acostumar
Ela é tão diferente de mim
Mas também eu nunca fui igual
Toda noite, meu bem, com você
Ver você nua sempre é lual
Essa magia é lascívia
Entregues ao acaso
E se puder eu caso
Coisas que jamais o coração explicará
[Samantha Machado]
Você me diz que me ama e pula comigo
Nesse penhasco corre o perigo e eu não sei
De que adianta ele falar se eu não sinto
Nem se eu tentasse, sabe, eu não minto pra você

Porque você nasceu em Agosto, do jeito que eu gosto
Registrei seu rosto na fotografia em mim
Sinto mas não posso, não está disposto
E eu não poderia mudar esse fim
Lá vamos nós pela terceira vez pro poço
Eu me recuso a seguir o seu rebanho
Diminuir só pra caber dentro do bolso
De alguém que não consegue ver o meu tamanho
[Knust]
As coisas que eu falo, o que eu acredito
Não batem com nada que esse mundo tenha dito
Não em sinto parte mas eu não preciso
Somos loucos juntos, e que mal tem nisso?
Você me faz acreditar
Que estamos além dos demais
Não somos donos, compartilhamos,
Vivemos sem olhar pra trás

Temos o trono, o resto é só distração
Coração sabe o quanto somos
Eternamente jovens
Do seu lado não só quando convém
Todos querem ter
Ao menos uma vez
A sorte de dividir a vida
Sem prender
Faz valer a pena
Diz que não há problema
Asas não algemas
Lar e libertar para aproveitar
[Kadri]
Eu nunca quis que fosse a última bebida
Se você for embora essa conta é minha
O barulho na estrada tipo um jazz, pra longe desse stress
Não Drummond mas por ti faço poesia
Como luz do dia em fim de tarde
Um drink de viagem
Vem viver
Vamos ser pra sempre
Como um foguete rumo a Marte
Na velocidade, muito alto
Pra um lugar além do sol
Onde ser louco é normal
Onde ser louco é normal
Um lugar onde ser louco é normal
Toda essa falta de amor é tão fora da moda, foda
Tipo um refrão que ce gosta
Fora do tempo e fora da nota
Mas só uns loucos tipo nós dois, vive o agora e não o depois

[Pelé]
Não deixa pra amanhã o que podemos fazer agora
Baby me namora, quero só você
Eternamente
Ou até o tempo que durar
Vamos fugir pra onde ser louco é normal
Viver a vida, virar um belo casal
Eu to contigo, minha vida, até o final
Juntos até o final
Você sabe como eu sou
Louco, louco, muito louco
Baby eu só quero saber
Quando eu vou te ver de novo
Linda, eu amo você
Eu não quero te perder
Com você eu quero estar
Ao seu lado é meu lugar
Com você eu quero estar
Ao seu lado é meu lugar
Vamos fugir pra onde ser louco é normal
Viver a vida, virar um belo casal
Eu to contigo, minha vida, até o final
Juntos até o final

Comentários