Estrelas

Rap Box (part. Mirele, Zeus, San Joe, Kadri, Apollo Creed, SóCIRO)
52
Exibições

Letra

[Mirele]
Aqui é minha luta, em busca do horizonte
Minha luz querida eu vejo atrás no monte
Não adianta me dizer o que tem que ser feito
Se lá atrás você não fez direito
Reconheci a minha voz, vi minha mãe sorrir
Passei por fita, luto, nessa vida e quase desisti
Mas o tempo passou, e eu aprendi, nem tudo é tão perfeito assim
O importante é sempre sorrir
Independente do fato, não permaneça errado
Leve seu filho para assistir às estrelas do céu
Ele crescerá e lembrará de ti
Eu vi ela brilhar
O amor prevalece, isso me fez cantar
Eu vi ela brilhar
Estrelinha me guia onde eu for pisar
Udararara dada
Jorge Ben mandou te falar
Sou eu, namorado da Lua
Udararara dada
Cresça, não obedeça, viva
E seja você a estrela da vida
Udararara dada
Seja você a estrela da vida

[Zeus]
Astros na janela sob um céu de nebulosa
Rastros do futuro batendo na nossa porta
Ah, se tu soubesse o quanto eu me sinto louco e perturbado
Quando cê deixa recado e vai embora
Te espero com beck bolado em uma blunt de maçã no edredom
Cê fica chapada, me conta uma história de vidas passadas
Tão bom poder confiar nesse sentimento recíproco
E é logico que cada segundo contigo é som
Eu me vi contando estrelas ao seu lado
Planejando uma família longe desse caos urbano
Uma barraca de camping
Um ácido lisérgico e os corpos de tocando ao som de blues
Cansada da rotina fria, não quer mais saber de amizade
Não curte pagar simpatia com o tanto que já tolerou falsidade
Ela sabe em quem confia e reconhece pilantragem
Merece um universo na palma da mão
Por mais que a distância machuque, eu te levo no peito comigo pr’onde eu for
Cansei de falar pras estrelas que vejo infinito ao teu lado, mais que amor

[San Joe]
A luz ilumina a minha caminhada
Vivendo e aprendendo como deve ser
Astronauta perdido, coração de lata
Olhando pro alto, lembrei de você
Seu brilho me tira o sorriso
Lá da janela eu consigo te ver
Meu tempo não bate
Mas sempre que sobra tempo, eu tô lá com você
Um beijo na morte, amassando maço
Virando gole, buscando espaço
Nesse tempo de mentira, coração vazio, cheio de amor fraco
Estrelas do céu, me mostrem a direção
Se existe amor, por que da coleção
De ódio e rancor, arco-íris sem cor
Constelação sem luz, buraco negro e caos?

[Kadri]
Fico quente em dias de frio ao seu lado
Caliente, e o vidro do carro embaçado
Sou tipo solstício de inverno e a noite mais longa passada ao seu lado
Me aquece, que eu vou ficar
Me enlouquece com o seu olhar
Desse jeito eu chego no céu e te trago uma estrela pra te iluminar, yeah
Eu sei que eu posso me entregar de coração
Se for por nós, não deixo nada pra depois
Quero paz que pacifique a vibe entre nós dois
E se eu disser que eu vou ficar
Ficar por aqui, não fuja de amor
Mesmo que não queira, eu vou me permitir
Eu tenho meu esquema
Mesmo que não queira, eu vou me permitir
Brilhar tipo uma estrela

[Apollo Creed]
Parabéns, menino
Assopre a vela quando for dedicar a primeira fatia do bolo dê pra ela
Navalha mó fita, vários sorrisos em lodo
Juntava nós sem convidado ali com tão pouco
O mais fofo ganha a cereja, o marmanjo, o farelo
Ao pronto às 6 da matina esquiva as balizas
Quantos desejos são pedido pra cadente, é
Por saber que não se realiza
Nós a sós como luz, garrafas após algumas bebidas
Menti pra quem te ama, eu te vejo em outras vidas
É que teu sonho já era pra ter acabado
Foi tão fria que as flores de plástico até murcharam
Inundaram em gotas de álcool, panca, talco
Partindo sem despedir
Eu odeio despedidas, mas que vontade de prender você aqui
A suprir e encontrar um paraíso que não magoe tanto
Ombros não confortam, é sério, me deito em qualquer canto
Em prantos a reduzir a forma de amar, é greve?
Acho que pra te esquecer qualquer abraço serve

[SóCiro]
A culpa, meu caro Brutus, não é de nossas estrelas, e sim de nós mesmos
Esmo meu, erro meu
Achar que todo mundo tá de o olho aberto, mas só vejo olho enfermo
Transando com a vida, eu viajo tipo um asteroide vendo tudo isso passar
Velocidade máxima, voltando pro futuro do passado eu tenho algo pra te contar
O que cê vê agora já passou
Tô longe, bem longe
Minha luz demora pra chegar em tu
Responsabilidade em nossas escolhas
Livre arbítrio que eu uso pra te mandar tomar no
Senti o Sol, não usei filtro
São os meus filhos prontos pra guerra
Não me representam, vocês e o seu mito
Hoje eu não morri
Me diz, or que vocês tão sempre aflitos?
Nem sei, do Norte mais um sensei
Nos dedos contei
Quem vai passar depois da data limite
E os que vão pra uma dimensão subdesenvolvida
Trapstar
Só agradece pelas palavras ao nosso futuro
Gangstar
É isso mermo o exemplo que cês querem para o nosso mundo?
Eu nasci pronto pra tudo
Fiz merda, eu assumo
Mas eu paguei
Saí do submundo
Príncipe das trevas
Conheça a ti mesmo e conhecerá os deuses e os reis
E era pra ser mais uma carta de amor
Confundi com o ódio por ter a mesma vibração
O seu fingimento acabou
Poesia hermética, nada vai abalar minha constelação

Lançamentos
32x32
Liam Payne
32x32
Liam Payne
32x32
Liam Payne
32x32
Liam Payne
32x32
Liam Payne
Ver mais Lançamentos,