Sei que não é fácil,
Mas ai… Sobrevivo…
Nosso relato é fato,
Objetivo!
Sobreviver nas ruas,
Não, não é pra qualquer um!
Sei que não é fácil,
Mas aí…sobrevivo…
Nosso relato é fato,
Objetivo!
Mataram mais alguém agora,
Sem nenhum motivo…

PARTE I
Rimador EllyPretoriginal:

Polícia que prende, o crime,
Da droga que mata… Nos prende,
Me entende?
Se vende a morte em cada praça…

Já não surpreende,
Nem mesmo, tem graça,
Só o tempo que passa, e te laça…
A cor da pele dita a caça!

Lutamos com raça, disfarça,
Seu desrespeito,
Se acha, sujeito?
Nos tiram nosso direito!

Porque o preconceito, sem jeito,
É velado e estreito,
É marcado no gueto…
Em meio a padrões e conceitos…

Não dá, não tem como,
Eu tipo… Ficar calado, omisso,
Vendo meu povo, sendo devastado,
Jogado pra dentro de um precipício…

Com todos meus irmãos,
Na mira…
É só uma questão
De ter principio!

Respeito nós termos de sobra,
Seu 71 não me dobra,
Vejo o conjunto da obra,
Patife na rua noizz cobra!

A ideia é quente, e foi assim
Que eu aprendi moleque…
Distante de comédia,
E pé de breque!

REFRÃO:
Sei que não é fácil,
Mais aí… Sobrevivo…
Nosso relato é fato,
Objetivo!
Sobreviver nas ruas,
Não, não é pra qualquer um!
Sei que não é fácil,
Mas aí sobrevivo…
Nosso relato, é fato,
Objetivo!
Mataram mais alguém agora,
Sem nenhum motivo…

PARTE II
Rimador Maykon:

Sem maldade, eles dizem…
Não sei o que acontece?
Se não cuida do menor,
Na fundação ele cresce!

O povo perdido, em meio a polícia que mata…
O pobre que mata,
Enquanto eles dão risada!

80 disparos, e alegam…
Que se confundiram!
Tiraram a vida do cara,
Na frente do filho!

Criança sem os país…
A rua logo adota!
Sendo espelho pro seu filho, melhor forma,
De ser patriota!

Rimador Biofa:

Já fui criança, adolescente,
Hoje homem, corpo mente…
Aprendi… Na rua,
O que mãe, não ensinou…

Civis bons, outros doentes,
Estado loko, delinquente…
A vida é dura,
E de cruzado acertou!

Aos 16 tive sonhos,
18 realidade!
Conheci a fronteira…
Do outro lado da cidade!

Acordar cedo
E dormir tarde,
Sou espelho e imagem…
Pra geração que chegou!

REFRÃO:
Sei que não é fácil,
Mas aí… Sobrevivo…
Nosso relato é fato,
Objetivo!
Sobreviver nas ruas,
Não, não é pra qualquer um!
Sei que não é fácil,
Mas aí… Sobrevivo…
Nosso relato é fato,
Objetivo!
Mataram mais alguém agora,
Sem nenhum motivo…

Parte III
Rimador MC Caverinha:

Hoje sou criança…
E rimo + que adulto!
Sei que eu to no corre…
Plantando… Colhendo os frutos!

Exemplo prus moleque…
Pivete…Vamo estudar…
No som sempre um bom rap…
Ouvindo, pra depois falar!

Respeita os mais velhos,
No futuro, tamu sonhando!
Violência tá demais…
Você sabe, o que eu to falando!

4P para o meu povo,
É muito bang, é muito bem!
O país pega fogo…cruzado…
Barulho de sirene!

Calça larga e bombeta,
O pretinho é muita treta…
Um salve lá prus manos…
Um beijo para as pretas!

Pedimos sempre paz…
Sou o futuro de amanhã…
To querendo diversão,
Mas parece Vietnã!

O melhor para quebrada,
O futuro…para o meu povo!
Sem saúde, sem trabalho,
O bagulho ta ficando loko!

Sei que sou criança, mas já entendo a vida…
Vou na luta, vou no corre,
Pra sustentar minha família!

Comentários