O Tempo

O Tempo

O Tempo

O tempo é como o vento né,
Uma onda no mar, uma onda no mar,
E eu desatento, por um momento,
Me deixei levar, me deixei levar.
Procurando verdades,
Na margem de um rio seco,
Eu sinto que é tarde demais pra voltar no tempo,
Tipo uma lua cheia iluminando cada beco,
A luz forte do sol batendo de encontro ao vento,
Sei que pra mente fraca falta entendimento,
E pra minhas mágoas falta esquecer o momento,
Mas hoje to sem paciência
Já bebi quase 10 litros e continuo sedento.
Inteligência não é entender tudo,
A essência tá no seu conteúdo,
A sapiência está em viver o momento
E na vivência de expor seus sentimentos para o mundo,
Minha inocência é vista como doença
Olha a displicência ao ver a diferença,
Meu deus não entenda como desavença,
Só to buscando a minha crença.
REFRÃO
Tipo a chuva que vem pra molhar,
E junto traz o sentimento de tristeza,
Cada um com seu brilho no olhar,
Cada um com sua própria beleza,
Sou do meu jeito e eu não vou mudar,
Minha mente continuará ilesa,
E que bom que ela aprendeu a amar,
E a lidar com a minha frieza.
Você pode ir eu me viro sozinho,
Só não esquece de mandar recado,
Não posso deixar o tempo levar
O que eu tenho de mais sagrado.

Comentários