Minha Cama, Minhas Regras

Minha Cama, Minhas Regras

E toda vez que você vinha
Me usava, eu amava
Depois eu virava “pro” canto
Só a parede me via chorando

Enquanto “cê” vestia a roupa
Celular na mão, já enganando outra
Quando queria diversão
Eu era a melhor opção
Mas hoje você não me pega
Minha cama, minhas regras

Depois que aprender a amar com amor me procura
Vê se aprende a ter sentimento acima da cintura
Ficante ou esquema eu tenho coração igual gente
Eu também existo quando você não “tá” carente

Depois que aprender a mar com amor me procura
Vê se aprende a ter sentimento acima da cintura
Ficante ou esquema eu tenho coração igual gente
Eu também existo quando você não “tá” carente

Compartilhe nas redes sociais:

Comentários