Bem-vindo ao maior site de letras do Brasil!

Outras do artista

Mc Sid – Confissões

Visualizações: 27
Publicidade:

Novas músicas

Neffex – Sunday

Visualizações: 1

Lil Tjay – F.N

Visualizações: 0

blackbear – hot girl bummer

Visualizações: 1

Cássia Eller – Menina Mimada

Visualizações: 0

The 1975 – People

Visualizações: 0
Publicidade:

Eu acho que a minha mente veio quebrada
Tem quem diga que eu sou exemplo na quebrada
Tem quem diga que eu não passo de piada
Em partes concordo mas acho essa piada sem graça
Meu pai jura que eu sou vagabundo e que sirvo pra nada
De facto não sirvo pra essas coisas que ele fala
Meus professores recomendavam exames
Porque diziam que eu era o mais retardado da minha sala
Quando eu era moleque não tinha atitude
E isso me rendeu um par de chifres da primeira namorada
Que me trocou por um cara com atitude
Que traiu ela com a prima dela e ela ficou muito indignada
Fechei a cara mas eu ri por dentro e a todo momento acho que minha vida é televisionada
Porque meu mundo deu tantas voltas que eu comecei a entender
O ditado que diz: Cuidado com o que fala

Eu não devo não temo e mesmo que devesse
Botaria muito terror nessa pivetada
Que vive bem café com leite mas quando pega no mic
Insiste em ter a língua apimentada
Cala a boca e dobra a língua se não vai perder os dentes
Vou te ensinar o valor da palavra
Cresci fazendo rap no pico que quem morre mais cedo
Geralmente é sempre quem mais fala
Vagabundo fanboy base sub-15 supreme baby verde creme base
Ouvindo rap acústico no carro

No Instagram citando Jay-Z
Geração de rap descartável quem me dera fosse reciclável
Eu tiraria da lixeira 20 MCs idênticos e traria de volta à vida Sabotage seria inacreditável
Vocês se conformam com o facto do rap virar playground
Tenho saudades do mundo muito mais underground
Vejo a cena inflacionada tá sobrando muito MC e tá faltando muita verdade
Antes eu me calava pra não brigar e hoje eu tô brigando pra não me calar
Agora entendo a vida de MC, antes era rir pra não chorar
Mas hoje eu vou chorar de tanto rir
Já colecionei mágoas hoje coleciono oponentes imponentes
Que se acham competentes impotentes
Não passam de componentes do meu plano de atirar de baixo
Pro topo de forma coerente (Corre gente)
Quem sonha alto do alto despenca
Minha queda é mais alta que pensa
Quem me atrasar tem uma penca, que pena
Porque eu sempre vejo solução onde tu vê problema

(Ah vai se fuder mano, o sid é, só fala mano oh, vai se fuder, nunca vi viu)

Ah, então vamo ver
Cala a boca se tem noção
Faço essa porra de coração
Não ganho muito nem pouco mas se ganhasse um pouco mais eu teria muito mais munição
Toda linha um headshot, black bloc, zero líder, zero ibope, é headbang, é hardcore
Cada verso um coro cada flow um rob
Cada dia um rolo pau no cu dos cop
Justiça nós faz dentro do hip-hop
Cheguei pra dar trabalho e pra gerar trabalho
Não existe caminho e também não existe atalho
Nosso diferencial é algo muito claro
Tu fala mais que a boca e eu trampo pra caralho
Tô cuspindo fogo em direção do estopim

Tô bem mas nem tanto assim
Não me enche o saco tanto assim
Só não tenho vontade de dar um tiro em quem tomaria um tiro por mim
Se tu não tá na lista então tá na mira
Sai da vista porque se o beat vira esse verso atira
Liricopata com métrica clandestina
Minha caneta vale mais que uma automática da palestina
Vou dar palestra sobre rima
Talvez assim meus rivais aumentem o nível dessa disciplina
Tive que me acostumar com dias nublados
Porque sempre que eu pego no microfone fecha o clima

(Ah para mano, se acha muito bom mas nem é, é uma merda isso sim)
Se tu acha que eu sou tão ruim assim pensa
Porque até hoje ninguém nunca fez uma diss pra mim


Gênero:

Compositores:
Não informado.
Publicidade: