Cuidado com o que deseja

Cuidado com o que deseja

Cuidado com o que deseja

Nos últimos anos eu tive muito tempo pra pensar
Hoje eu tenho muito pouco tempo pra agir
Não é tão bonito tá no meu lugar
Ultimamente eu penso muito em fugir
O mundo já me maltratou demais
Eu fico pensando se eu pago na mesma moeda
Ou se eu me torno a pessoa melhor dessa relação
Será que no final tanto faz
Será que Deus está me esperando lá em cima
Será que tem alguém me esperando lá em baixo
Será que eu nasci mesmo pra fazer rima
Por mais que eu pense na resposta eu nunca acho
Deus por favor me dá algum sinal
Pode ser um pássaro que cante diferente
Ou um estranho na rua que é sorridente
Ou que acabe a miséria no mundo de repente
Eu fui uma criança terrível
Um adolescente revoltado
Hoje eu sou um cara consciente
E eu tenho consciência de que o mundo tá errado
Muita gente julga pela cor da pele
Ou pela boca de quem quer que você beija
E eu posso garantir que o karma é forte
Tudo o que vai volta, então, cuidado com o que deseja

Cuidado com o que deseja
Cuidado com o que, cuidado com
Cuidado com o que deseja
Cuidado com o que deseja
Cuidado com o que, cuidado com
Cuidado com o que deseja

Talvez um dia eu veja violetas na janela
Talvez um dia até encontre nosso lar
Talvez um dia acabe o preconceito com a favela
E o ser humano desaprenda a julgar
Meus amigos dizem que eu sou esperançoso
Já meus inimigos dizem que eu sou iludido
O mundo de vocês é invejoso
Cês me amam e me odeiam pelo mesmo motivo
Pra um idiota com um martelo na mão
Tudo ao redor vira prego
Pra um pobre coitado sem autoestima
Tudo ao redor vira ameaça
Pra quem apanhou muito da vida
Qualquer mão pra cima lembra medo
Pra quem guarda muita dor dentro do peito
Qualquer dor de fora sempre gera graça
Desgraça, de graça, essa vida passa rápido e não deveria
Eu guardo raiva e não deveria
Eu vejo as merda do passado que eu fazia
E penso que se fosse eu de hoje em dia não faria
Já chorei pelos meus inimigos de agonia
Por vontade de revidar coisas que eu não deveria
Sabendo que se eu fizesse Deus não perdoaria
Por isso que eu devolvi tudo pro mundo na forma de poesia

A dor alimenta o poeta
E a ingestão me fez vomitar todas as borboletas da minha barriga

Cuidado com o que deseja
Cuidado com o que, cuidado com
Cuidado com o que deseja
Cuidado com o que deseja
Cuidado com o que, cuidado com
Cuidado com o que deseja

Comentários