Conversando Com a Saudade

Conversando Com a Saudade

Conversando Com a Saudade

Ô saudade fica mais um pouquinho
Faça as honras da casa
Não faz o que ela fez
Me deixou outra vez, nessa mesa de bar

Você me lembra ela até o silencio é o dela
Posso me apaixonar, só por favor não se zangue
Se no meio da noite o teu eu nome trocar

E te chamar de meu vicio meu bem minha vida
Te revelar que sem você não vivo
Se eu disser que a saudade machuca
É que eu ja to vendo ela

Não quero me acostumar com você toda hora
Mas se eu te prenda ela não vai embora
Fica saudade só mais um poquinho
Não leva ela

Ô saudade fica mais um pouquinho
Faça as honras da casa
Não faz o que ela fez
Me deixou outra vez, nessa mesa de bar

Você me lembra ela até o silencio é o dela
Posso me apaixonar, só por favor não se zangue
Se no meio da noite o teu eu nome trocar

E te chamar de meu vicio meu bem minha vida
Te revelar que sem você não vivo
Se eu disser que a saudade machuca
É que eu ja to vendo ela

Não quero me acostumar com você toda hora
Mas se eu te prenda ela não vai embora
Fica saudade só mais um poquinho
Não leva ela

Se eu te chamar de meu vicio meu bem minha vida
Te revelar que sem você não vivo
Se eu disser que a saudade machuca
É que eu ja to vendo ela

Não quero me acostumar com você toda hora
Mas se eu te prenda ela não vai embora
Fica saudade só mais um poquinho
Não leva ela

Ô saudade…

Comentários