Horizonte Infinito

Horizonte Infinito

Letra Horizonte Infinito

Eu não vejo mais um horizonte infinito
Já não sinto mais suas curvas e gemidos
Eu já não posso crer
No que eu quero tanto dizer

Me coloco frente a frente com um espelho
E novamente apanho fingindo
Para mim mesmo mentindo
De mim mesmo fungindo

Quero ouvir frases malditas
Quero ouvir palavras nunca ditas a ninguém
Quero ouvir frases malditas
Quero ouvir palavras nunca ditas a ninguém
Mergulhando no sonho
Me transporto para um mundo
De falsas verdades que só eu habito
Vagando entre as nuvens
Em caminhos que nem eu acredito

Até tudo ficar sem sentido de novo
E novamente eu ficar sozinho
No canto escuro da rua
De volta ao velho caminho
Quero ouvir frases malditas
Quero ouvir palavras nunca ditas a ninguém
Quero ouvir frases malditas
Quero ouvir palavras nunca ditas a ninguém

Se me coloco frente a frente com um espelho
E novamente apanho fingindo
Para mim mesmo mentindo
E sempre e sempre de mim mesmo fugindo
Até tudo ficar sem sentido de novo
E novamente eu ficar sozinho
No canto escuro da rua
Do lado escuro do mundo

Outras letras de Mamonas Assassinas

Letra Mundo Animal

Comer tatu é bom
Que pena que dá dor nas costas
Porque o bicho é baixinho
E é por isso que eu prefiro as cabritas

Letra completa

Letra Marylou

Eu tinha uma galinha
Que se chamava
Marylou
Um dia fiquei com fome

Letra completa

Letra Zé Gaguinho

Maria-Rosa namorava o Zé gaguinho
E o coitadinho gaguejava pra dáná
E a Maria com tamanha penitência
Perdeu logo a paciência e mando ele passear

Letra completa

Letra Xô Satanas

Eu era um bêbado
Que vivia drogado
Hoje estou curado
Encontrei Jesus! Encontrei Jesus! Encontrei Jesus!

Letra completa

Letra Sábado de Sol

Sábado de sol
Aluguei um caminhão
Pra levar a galera
Pra comer feijão

Letra completa

Letra Ninja Jiraya

Ninja jiraya, ninja jiraya
Ninja jiraya, ninja jiraya

Letra completa

Letra Jumento Celestino

De quem é esse jegue?
De quem é esse jegue?
De quem é esse jegue
Ô rapaz! Não é jegue não, é jumentio!

Letra completa

Letra Desnudos En Cancún

Chica
Tus cabellos es da hora
Tu cuerpo es una guitarra
Dulcezito de coco
Me estás dejando loco
Mi Bollita amarilla
Tiene abiertas las puertas
Para podernos amar
Desnudos en Cancún
Eres mi linda pitchula
Me dejas muy loquito
No me siento solito
Tu eres mi lechuguita
Music,(he, he!)is very good (Caramba loquito! Radalê,radalê,radalê!)
Caramba ai, ai, ai!
Pero comigo, ella no quiere casar
Caramba ai, ai, ai!
En la Bollita amarilla con rueda cromada ella no quiere entrar
Caramba ai, ai, ai!
Choripan y tinto
La desgraciada no quiere morfar
Pero ella es linda
Muy mucho mas que linda
Very, very beautiful
Tu me dejas locón
Oh! yes, oh no (nous!)
Dulcezito de coco!
Music is very porreta ( Muchas gracias maínha, arriba, arriba,arriba!)
Caramba Paraguay!
A Paraguay, ella no quizo viajar
Caramba Paraguay!
Compré un sombrero y un vaquero Fiorucci y no quiere usar
Caramba Paraguay!
Yo no se que hacer, para esa mujer venir a ganar
Pero ella es linda
Mucho mas que linda
Very, very beautiful
Tu me dejas locón
Oh yes, oh no
Yo te I love youuuuuuuuuuuuu! Espere ai loquito que hay mas unpoquito
de uuuuuuuuuu.
Caramba!

Letra completa

Letra Pelados Em Santos

Mina, seus cabelo é da hora
Seu corpão violão
Meu docinho de coco
Tá me deixando louco

Letra completa

Letra Uma Arlinda Mulher

Te encontrei
Toda remelenta e estronchada num bar
Entregue às bebida
Te cortei os cabelos do suvaco e as unhas do pé
Te chamei de querida
Te ensinei todos os auto-reverse da vida
E o movimento de translação que faz a Terra girar
Te falei que era importante competir
Mas te mato de pancada se você não ganhar

Letra completa

Comentários