MUSA DO INVERNO

MUSA DO INVERNO

MUSA DO INVERNO

Fiquei afim de fazer esse som pro cê
Falar do seu cabelo e do seu jeito de mexer
Do seu corpo branquelo, vermelhão de sol
Minha musa do inverno não curte passar Sundown

Gosta de chá mate, reclama da areia
Só falta passar mal quando vê filme de sereia
Falei breja ela topou, debaixo do cobertor
Pra mim não não faz diferença se o verão já acabou

Hoje não vai dar praia, mas não tem problema
Amores de inverno existem, só não passam no cinema
Hoje não vai dar praia, mas não tem problema
Amores de inverno existem, só não passam no cinema

E ela me lembra aquela moça de Ipanema
Só que não samba, mas vai virar poema
Olha que coisa menina me deixa sem graça
Debocha dos cara de sunga que passa
Eu passo sufoco vendo ela passar

Nós pela cidade ao som de “tarde em Itapuã”
No banco de trás ela me fez virar mais fã
Mó calor, pouca roupa, mergulho sem touca
Finjo que me afogo só pra ter seu boca a boca

Hoje não vai dar praia, mas não tem problema
Amores de inverno existem, só não passam no cinema
Hoje não vai dar praia, mas não tem problema
Amores de inverno existem, só não passam no cinema

Comentários