Veneno Lento

Letra Veneno Lento

São quatro horas desta madrugada fria…
Neste tormento, eu não consigo dormir…
A solidão neste quarto é demais…
Desesperado sem destino vou sair…
Provavelmente hoje não volto pra casa…
Quero beber até o dia clarear…
Enquanto ela amanhece em outros braços…
Eu amanheço bebendo de bar em bar…

O… Hoi… Saudade…
Veneno lento que está me torturando…

O… Hoi… Saudade…
Veneno lento que aos poucos vai me matando…

E quando o sol clarear um novo dia…
Pressinto a mágoa que existe em meu rosto…
Amargurado e solitário vou dormir…
Pra dar repouso ao cansaço e ao desgosto…
Isso acontece uma noite atrás da outra…
Não durmo em casa nenhuma noite se quer…
Nem que eu beber toda bebida deste mundo…
Eu não consigo esquecer desta mulher…

O… Hoi… Saudade…
Veneno lento que está me torturando…

O… Hoi… Saudade…
Veneno lento que aos poucos vai me matando…

Outras letras de João Mulato e Douradinho

Letra Rolinha Aventureira

A rolinha foi embora
Tudo aqui entristeceu
Ela saiu dos meus braços
Pra curtir um gosto seu

Letra completa

Letra A Menina do Riacho

No rancho onde eu morava
Pra baixo do mangueirão
Passava água serena
De um lindo ribeirão

Letra completa

Letra Encantos da Natureza

Tu que não tiveste a felicidade
Deixa a cidade e vem conhecer
Meu sertão querido, meu reino encantado
Meu berço adorado que me viu nascer
Venha mais de pressa, não fique pensando
Estou te esperando para te mostrar

Letra completa

Letra Passe o Tempo Que Passar

Pra deixa de amar alguém
Primeiro tem que esquecer
Um alguém que amo tanto
Só esqueço quando morrer
Enquanto Deus nos der vida
Ela um dia há de saber
O que fiz por nosso amor
Não queria te perder
Outro com falsas promessas
Transformou seu proceder

Letra completa

Letra Vida de Pirangueiro

Eu tenho minha canoa para fazer pescaria
Também espingarda boa para minha garantia
Ai ai uma trela de cachorro que me da muita alegria
Eu saio de madrugada quando a alvorada anuncia.

Letra completa

Letra Só Por Deus

Fui pescar no pantanal
Com grandes amigos meus
Peguei em Taquaritinga
Filcanova e o Dirceu

Letra completa

Letra Pequena Só No Tamanho

Me apaixonei de verdade
Sem quantia por ela
Vivo sonhando acordado
Com a minha bela

Letra completa

Letra Quem Ama Não Esquece

Vivo infeliz por não esquecer um velho amor
Quem marcou no passado está presente seja aonde for
Queria que ela visse o sofrimento que eu estou
Quem ama não esquece quem esqueceu
Nunca amou.

Letra completa

Letra Maria e José

No trilho de areia do chão estradeiro
Eu fiz um letreiro com amor e fé
Fiz um coração no chão desenhado
E deixei gravado, Maria e José

Letra completa

Letra Amor Sem Limite

Mulher com a sua ausência
Eu não posso viver bem
As mulheres que conheço
Não tem o que você tem
Ate parece feitiço, que não sei da onde vem
Só recebo indiferença, e desprezo do meus bens
Não sei o que vou fazer se eu a encontrar, com outro alguém

Letra completa

Comentários