Pedido a São Jorge

Pedido a São Jorge

Pedido a São Jorge

São Jorge tão destemido e muito valente
Matou com a sua lança a brava serpente
Senhor, mandai teu escudo aos inocentes
Para defender das línguas, soltar os dentes

Montando forte cavalo nesta batalha
Ao travar luta de morte pisoteou
O monstro que é assombrava os desprotegidos
Ao qual um verme no chão morto ali ficou

Vai minha força da palavra nesta demanda
Não quero vencer com arma meu agressor
Meu Pai, só conheço a lei de combate as guerras
Quero ver crescer na Terra o pendão do amor

Livrai-nos, santo guerreiro, de todos os males
Calúnia, olho gordo, inveja e traição
Te peço que o inimigo fique de pé
Mas encha de amor e fé o seu coração

Comentários