Guerra

Guerra

Guerra

Eu tenho mil problemas pra contar, mas isso não vem ao caso /
Faça o que eu digo e não o que eu faço /
ou melhor só faça o que que eu posto.
Apaguei até as fotos fumando /
Eu não quero mais dar desgosto
É melhor me vê como um pai de familia
Do que me vê bebado no posto /
Sei que tem gente
Que olha de fora
Imagina
Idealiza família perfeita
A minha não é
Nem a deles é
Se caso a tua for
Me passe a receita.
Eu devo ter sérios poemas mentais
Tudo que encosto vira haicai.
Conflito às vezes interno
Conflito às vezes exposto
Conflito entre o homem e o universo
Conflito entre a mente e o corpo .
Eu to uns dias nessa vida e meu corpo diz pra mente descansa.
Mas a mente diz pro corpo transa

Spvic –
Eu prego paz!
Mas minha vida é só guerra.
(2x)
Se for pra ter briga,
Que seja contra o tédio
O segredo da vida é saber ser remédio
Baby, eu vou te tirar da bad
Bebe um pouco desse Black
Me inspira a fechar essa track 😉
Não passa nada!
Passo meu tempo, nessa coleção de Barsa
Lembra que:
Faça tu memo!
A coisa certa, só faça!
De Nike, com Spike Lee ou na roda de free na praça
Anjos, demônios, ou Deuses brincando com cada raça
Sim, somos homens com contas, com filhas
Sócios, compondo com “milhas de gente grande”, na mesa, eu com a manilha!
Flow do Spinardi, é a matilha!
Damassaclan, na guerrilha!
Pra vim, descalço no ínicio
volta “Artwalk” na trilha!

Se for pra ter briga,
Que seja contra o tédio
O segredo da vida é saber ser remédio
Baby, eu vou te tirar da bad
Bebe um pouco desse Black
Me inspira a fechar essa track 😉

Se for pra ter briga,
Que seja contra o tédio
O segredo da vida é saber ser remédio
No game há mais de dez
Nos fone ouvindo Jovem Dex
Desenhando um “piloto” Air Max .

SPInardi –
Tentei não ficar com a sobra, mais um destilado, não pensar no fim
Mas você sabe que Deus nunca deu asa a cobra mas por outro lado o diabo sim
Porque tudo nunca sai como contamos
É a risada de Deus lá de cima dos nossos planos
Meu mano, como se fosse bem de costume dos anos o meu legado me deu um tapa na cara
Quem dera, cabeça erguida com o peito estufado eu penso, minha filha Ana Clara e algo me vem na cabeça
Eu penso, não para
E o pior de tudo se tu quer saber é que eu não levei o melhor de nada
Olho pra frente, esse mundo belo, o critério não é cemitério, é castelo
Te falo tudo o que somo e na soma tudo que falo é sincero
Espero que tudo o que falo ajude na soma do fato para que vença esse império
Desse machismo que impera, e mesmo que dentro de mim na luta diária com o ego
Você decide tudo aquilo que cultiva em sí e é nessa batalha que a gente pede e precisa de ti, não é conto de fada isso aqui
E mesmo que seja difícil, encare o topo do edifício
Jogue pra fora esse lixo que tu verá benefício
Como se fosse no recomeço se lembre da tua humildade que vem do teu berço mesmo que esteja só por um fio
Como Daniela Araujo minua sombra te assusta também
Será que ao menos você nota que uma sombra você tem

Comentários