Mano Sereia

Mano Sereia

(part. Mahal Pita)

Mano Sereia

É pra vida inteira acordar na beira de um compromisso
Respirar o sonho, invadir a casa
Ficar de bobeira pela vida inteira
Noite tão cansada
E é melhor viver do que mentir pra isso
Só não te perdoa quem não te conhece
Foge, se levanta, traça mais um curso
Ê, mano, ô, mano solto
Seu tempo te esgota e ele vai te cobrar
Ê, mano
Sereia
Sereia
É pra vida inteira acordar na beira de um compromisso
Respirar o sonho, invadir a casa
Ficar de bobeira pela vida inteira
Noite tão cansada
E é melhor viver do que mentir pra isso
Amar com o corpo e o sol e os pés pegando fogo
Tê-lo, a juventude de qualquer maneira
É pra vida inteira acordar na beira de um compromisso
Respirar o sonho, invadir a casa
Ficar de bobeira pela vida inteira
Noite tão cansada
E é melhor viver do que mentir pra isso
[Ponte – Sample]
[?]

Volta para os seus
Quem não teve medo pra quem te sentir
Pra quem te deu olhos, quem te carregou

Ê, mano
Sereia
Ê, mano, ô, mano, sereia
Ê, mano
Sereia
Ê, mano, ô, mano, sereia
Ê, mano
Sereia
Ê, mano, ô, mano, sereia
Ê, mano
Sereia
Ê, mano, ô, mano, sereia
Ô mano sereia, sereia

Comentários