Buzina

Buzina

Celular não é lugar, pra terminar
Quando começou
Foi mão na nuca
E boca no ouvido, oh-oh
Bem de pertinho

Tá online é diferente
De tá perto
Digitar é diferente
De falar ao vivo, oh-oh

A duzentos por hora
Cortando a esquina
Perco a minha habilitação
Mas não perco o amor da minha vida
Abre a porta, senão eu acordo os vizinhos, com a buzina (Vem, vem)

Fala que acabou na minha cara
Frente a frente, cê não fala
Que que foi que cê calou
Seu coração não tem palavra
Minha presença, meu cheiro, minha boca
Te trava

Fala que acabou na minha cara
Frente a frente, cê não fala
Que que foi que cê calou
Seu coração não tem palavra
Minha presença, meu cheiro, minha boca
Te trava

Me amar que é bom nada

A duzentos por hora
Cortando a esquina
Perco a minha habilitação
Mas não perco o amor da minha vida
Abre a porta, senão eu acordo os vizinhos, com a buzina

Fala que acabou na minha cara
Frente a frente, cê não fala
Que que foi que cê calou
Seu coração não tem palavra
Minha presença, meu cheiro, minha boca
Te trava

Fala que acabou na minha cara
Frente a frente, cê não fala
Que que foi que cê calou
Seu coração não tem palavra
Minha presença, meu cheiro, minha boca

Fala que acabou na minha cara
Frente a frente, cê não fala
Que que foi que cê calou
Seu coração não tem palavra
Minha presença, meu cheiro, minha boca
Te trava

Fala que acabou na minha cara
Frente a frente, cê não fala
Que que foi que cê calou
Seu coração não tem palavra
Minha presença, meu cheiro, minha boca
Te trava

Me amar que é bom nada
Ieh-ieh

Comentários