Lá vem você

Lá vem você

Lá vem você

Olha quem não te conhece, que tem compre
Cê chega com elogios e carinhos… alguma coisa quer
Alguma coisa quer

Posso até fingir, fazer cara de bobo
Mas se tem uma coisa que eu não caio, é no seu migué
No seu migué

Lá vem você com esse kaô de novo
Você já sabe, eu te conheço bem
Coitado de quem entra no seu jogo
Eu não desejo isso pra mais ninguém

Todo começo é top, é tudo novo
Você já sabe, eu te conheço bem
Coitado de quem entra no seu jogo
Eu não desejo isso pra mais ninguém

E depois, já tô fora de moda
Passou minha hora e eu não sirvo mais pra você
O que eu fiz, já ficou esquisito e o que era tão lindo ficou démodé

Eu não tô nem aí, eu não ligo se é feio ou bonito ou o que vão dizer
Quando eu penso que já me livrei, que tá tudo tranquilo, aí volta você

Lá vem você com esse kaô de novo
Você já sabe, eu te conheço bem
Coitado de quem entra no seu jogo
Eu não desejo isso pra mais ninguém

Todo começo é top, é tudo novo
Você já sabe, eu te conheço bem
Coitado de quem entra no seu jogo
Eu não desejo isso pra mais ninguém

Lererê Lererê Lererê você já sabe, eu te conheço bem
Lererê Lererê Lererê eu não desejo isso pra mais ninguém

Lererê Lererê Lererê você já sabe, eu te conheço bem
Lererê Lererê Lererê eu não desejo isso pra mais… ninguém

Comentários