Temor Estranho

Temor Estranho

(part. Fabio Brazza)

Temor Estranho

Eu fiz de tudo que podia pra te compreender
Mas você nada de se abrir nada de se entregar
Eu perguntei o que havia mas não quis dizer
E quando eu disse o que via não quis escutar

Minha missão a minha meta era lhe proteger
A intenção só era boa era te ajudar
Você que vive me dizendo que não quer sofrer
Você que vive me dizendo que não quer chorar
Vai ter que ter o dom da dor adormecer
Tem que ver a luz pra luz iluminar
Foi você mesmo que deixou esse tumor crescer
Agora tem que se livrar desse temor estranho
E aceitar ter o tamanho de ser o que é

O que eu queria nessa história era te convencer
Da sua glória do seu brilho do seu caminhar
Mas quanto mais eu me esforçava pra você se ver
Mais se escondia e pedia pra eu me afastar

Minha missão a minha meta era lhe proteger
A intenção só era boa era te ajudar
Você que vive me dizendo que não quer sofrer
Você que vive me dizendo que não quer chorar
Vai ter que ter o dom da dor adormecer
Tem que ver a luz pra luz iluminar
Foi você mesmo que deixou esse tumor crescer
Agora tem que se livrar desse temor estranho
E aceitar ter o tamanho de ser o que é

Comentários