PUBLICIDADE
Você Existe, Eu Sei

Você Existe, Eu Sei

Letra Você Existe, Eu Sei

Há tanto tempo venho procurando
Venho te chamando
Você existe, eu sei
Em algum lugar do mundo você vive
Vive como eu
Onde eu ainda não fui

Como é o seu rosto?
Qual é o gosto que eu nunca senti?
Qual é o seu telefone?
Qual é o nome que eu nunca chamei?

Se eu esbarrei na rua com você
E não te vi, meu amor
Como poderia saber?
Tanta gente que eu conheci
Não me encontrei só me perdi
Amo o que eu não sei de você

Como é o seu rosto?
Qual é o gosto que eu nunca senti?
Qual é o seu telefone?
Qual é o nome que eu nunca chamei?

Sei que você pode estar me ouvindo
Ou pode até estar dormindo
Do acaso eu não sei
Talvez veja o futuro em seus olhos
Pelo seu jeito de me olhar,
Como reconhecerei você?

Há tanto tempo venho procurando
Venho te chamando
Você existe, eu sei
Em algum lugar do mundo você vive
Vive como eu
Onde eu ainda não fui

Como é o seu rosto?
Qual é o gosto que eu nunca senti?
Qual é o seu telefone?
Qual é o nome que eu nunca chamei?

Como é o seu rosto?
Qual é o gosto que eu nunca senti?
Qual é o seu telefone?
Qual é o nome que eu nunca chamei?

Como é o seu rosto?
Qual é o gosto que eu nunca senti?
Qual é o seu telefone?
Qual é o nome que eu nunca chamei?

PUBLICIDADE

Outras letras de Biquini Cavadão

PUBLICIDADE

Letra Caleidoscópio

Letra não disponível.

PUBLICIDADE

Letra Meu Reino

Atrás da porta
Guardo os meus sapatos
Na gaveta do armário
Coloco minhas roupas
Na estante da sala
Vejo muitos livros
E a geladeira conserva o sabor das refeições
Minha casa é meu reino

Letra completa

Letra Múmias

Bem aventurados sejam
Aqueles que amam essa desordem
Nós viemos a reboque
Este mundo é um grande choque
Mas não somos desse mundo
De cidades em torrente
De pessoas em corrente

Letra completa
PUBLICIDADE

Letra Quando Eu Te Encontrar

Eu já sei o que meus olhos vão querer
Quando eu te encontrar
Impedidos de te ver
Vão querer chorar
Um riso incontido
Perdido em algum lugar
Felicidade que transborda
Parece não querer parar
Não quer parar
Não vai parar

Letra completa
PUBLICIDADE

Letra Sonhando

Se passo o dia, paro e escuto o vento
E ainda não posso entender
Como o improvável insiste em acontecer
Se ando sempre no mesmo caminho
E ainda me encontro com alguém
E vejo que não estou sozinho, eu sei
Se passa o dia, o tempo e conto as horas, e eu sem perceber
Que estou parado vendo o seu retrato, e não vou mais te ver
E vou tentando aceitar
As vezes fujo, corro de mim mesmo, canso e me esqueço de lutar
Sabendo que não posso ser tão tolo assim
Quando me vejo já estou cantando
Solto minha voz e desabafo enfim
Se o telefone toca, eu já sei mesmo que não é você
Se tudo que um dia me falou, eu vejo agora acontecer
Se a saudade aperta e eu não tenho nada a fazer
Senão apenas chorar
Não vou mais querer explicar, eu já sei
Alguém me soprou e falou
Tudo sobre você, que ainda eu vou te ver
Eu quero deitar e sonhar outra vez
Tocar, te ouvir, te sentir
E poder te dizer, como eu amo você
Tocar o meu violão e te ver
Me pedindo pra viver

Letra completa

Letra Impossível

Tudo bem quando termina bem
E os seus olhos não estão rasos d’água
Mas eu sei que no coração ficaram muitas palavras
Um vocabulário inteiro de ilusão

Letra completa

Letra Catedral

A igreja é ao mesmo tempo mãe e filha
Mas até hoje ninguém sabe quem é o pai
Catedral, isto aqui não é seu céu
Deuses não são maiores dentro de você

Letra completa
PUBLICIDADE

Letra Dani

Dane-se a hora, se é cedo se é tarde
Dane-se a capa, a foto, o encarte
Dane-se o mundo, o raso, o profundo
Dane-se nada
Dane-se tudo
Quando você está aqui
Dane-se o mundo
Quando você sorri

Letra completa
PUBLICIDADE

Letra Sobradinho

O homem chega e já desfaz a natureza
Tira gente, põe represa e diz que tudo vai mudar!
O São Francisco, lá prá cima da Bahia
Diz que dia menos dia vai subir bem devagar
E passo a passo vai cumprindo a profecia
Do Beato que dizia que o Sertão ia alagar

Letra completa
PUBLICIDADE

Letra Tédio

Sabe esses dias
Em que horas dizem nada
E você nem troca o pijama
Preferia estar na cama

Letra completa

Comentários