PUBLICIDADE
Disneylândia

Disneylândia

Letra Disneylândia

Filho de imigrantes russos casado na Argentina
com uma pintora judia, casou-se pela segunda vez
com uma princesa africana no México.
Música hindu contrabandeada por ciganos
poloneses faz sucesso no interior da Bolívia.
Zebras africanas e cangurus australianos no
zoológico de Londres.
Múmias egípcias e artefatos incas no museu de
Nova York.
Lanternas japonesas e chicletes americanos nos
bazares coreanos de São Paulo.
Imagens de um vulcão nas Filipinas passam na
rede da televisão em Moçambique.
Armênios naturalizados no Chile procuram
familiares na Etiópia,
Casas pré-fabricadas canadenses feitas com
madeira colombiana.
Multinacionais japonesas instalam empresas
em Hong-Kong e produzem com matéria-prima
brasileira para competir no mercado americano.
Literatura grega adaptada para crianças
chinesas da comunidade européia.
Relógios suíços falsificados no Paraguai
vendidos por camelôs no bairro mexicano de
Los Angeles.
Turista francesa fotografada semi-nua com o
namorado árabe na baixada fluminense.
Filmes italianos dublados em inglês com
legendas em espanhol nos cinemas da Turquia.
Pilhas americanas alimentam eletrodomésticos
ingleses na Nova Guiné.
Gasolina árabe alimenta automóveis americanos
na África do Sul.
Pizza italiana alimenta italianos na Itália.
Crianças iraquianas fugidas da guerra não
obtém visto no consulado americano do Egito
para entrarem na Disneylândia.

PUBLICIDADE

Outras letras de Arnaldo Antunes

Letra O Seu Olhar

O seu olhar lá fora
O seu olhar no céu
O seu olhar demora
O seu olhar no meu

Letra completa
PUBLICIDADE

Letra Água

Da nuvem até o chão
Do chão até o bueiro
Do bueiro até o cano
Do cano até o rio
Do rio até a cachoeira
Da cachoeira até a represa
Da represa até a caixa d´água
Da caixa d´água até a torneira
Da torneira até o filtro
Do filtro até o copo
Do copo até a boca
Da boca até a bexiga
Da bexiga até a privada
Da privada até o cano
Do cano até o rio
Do rio até outro rio
Do outro rio até o mar
Do mar até outra nuvem

Letra completa
PUBLICIDADE

Letra Inclassificáveis

que preto, que branco, que índio o quê?
que branco, que índio, que preto o quê?
que índio, que preto, que branco o quê?

Letra completa

Letra Essa Mulher

ela quer viver sozinha
sem a sua companhia
e você ainda quer essa mulher

Letra completa

Letra Velhos e Jovens

Antes de mim vieram os velhos
Os jovens vieram depois de mim
E estamos todos aqui
No meio do caminho dessa vida
Vinda antes de nós
E estamos todos a sós
No meio do caminho dessa vida
E estamos todos no meio
Quem chegou e quem faz tempo que veio
Ninguém no início ou no fim
Antes de mim
Vieram os velhos
Os jovens vieram depois de mim
E estamos todos aí

Letra completa
PUBLICIDADE

Letra Cultura

O girino é o peixinho do sapo
O silêncio é o começo do papo
O bigode é a antena do gato
O cavalo é pasto do carrapato

Letra completa

Letra Meu Coração

[Refrão]
Meu coração bate sem saber
Que meu peito é uma porta que ninguém vai atender
Meu coração bate sem saber
Que meu peito é uma porta que ninguém vai atender

Letra completa

Letra Deus

Deus, avoa.
No vento onde deve haver deus
Vivo, não visto
No que se não vie.
Deus sem milagre,
Deus sem ateus.
Além do seio dos seus
E de seus anseios.
Além dos braços dos seus
E de seus abraços.
Além dos bentos, dos rebentos
Dos ovos,
Sobe aos céus.
Sai da boca qual palavra.
Qual palavr se perca.
Deus pecado.
Indecifrado.
Incomuniado.
Chova de baixo pra cima.
Além dos lares dos seus
E de seus olhares.
Qual palavra não se cumpra.
Qual palavra não venha na hora agá.
Deus-ar, não venha.
No ar se mantenha
Intocável
Irrespirável
Incomunicável.
Chova de cima para o alto
Deus sem pouso,
Deus sem repouso,
Agora e sem
Deus, avoa.

Letra completa

Letra Lavar As Mãos

Uma
Lava outra, lava uma
Lava outra, lava uma mão
Lava outra mão, lava uma mão
Lava outra mão
Lava uma

Letra completa

Letra Criança Não Trabalha

Lápis, caderno, chiclete, peão
Sol, bicicleta, skate, calção
Esconderijo, avião, correria,
Tambor, gritaria, jardim, confusão

Letra completa

Comentários