Madrugada

Madrugada

(part. Murillo Zyess)

Madrugada

Madrugada teu corpo em sombra e fumaça
Tempo passa e eu só quero voltar pra tua casa
Madrugada, queimando as lembranças em brasa
Tempo passa e eu só quero voltar pra tua casa

São três da manhã to no teu portão
Cê fala que é tarde mas não ligo não
De pensar em você embrasando fumaça subindo teu corpo suando é êxtase
Me comprometo a me
Lembrar da tua voz me pedindo pra contar qualquer besteira minha pra que você possa escutar e guardar
Algo que não dei pra ninguém mal ele sabe que já tem
E eu parti, como disse q iria
E não encontrei em outros versos poesia em outros corpos compania em outras batidas sintonia diz como é que eu poderia não voltar

Madrugada teu corpo em sombra e fumaça
Tempo passa e eu só quero voltar pra tua casa
Madrugada, queimando as lembranças em brasa
Tempo passa e eu só quero voltar pra tua casa

Aquele que faz até não querer mais
Puxa fumaça pro centro te olhando e solta no ar sentimento paz
Não vai não, deita aqui no meu colchão devolve minha razão, prometo não ser em vão
Que eu dizia que um dia eu faria de você maresia, brisa fria, conecta pele com pele brindando o verão mesma sintonia e o no dia a dia quero ser teu guia vai não solta não meu sorriso já fez de você paraíso agora ele é tudo que eu preciso pra transbordar, beliscar e não acordar dechavo meu peito, deixo do jeito pronto pra você bolar e voila ascende deixa ser seu lar e ser seu lar e ser seu lar

Madrugada teu corpo em sombra e fumaça
Tempo passa e eu só quero voltar pra tua casa
Madrugada, queimando as lembranças em brasa
Tempo passa e eu só quero voltar pra tua casa

Queria fazer você entender que tudo que eu sinto por você é verdadeiro
O coração aperta se você não tá por perto e ainda te levo pra conhecer o mundo inteiro boy
Eu não sou de brincar com sentimento, eu disse pra você que não seria de momento.
Esse ciúme bobo já tá bem fora de tempo, não sou propriedade, eu sou seu de um outro jeito, eu,
Tô pra bater de frente com essa gente que quer limitar o amor, fica aí com seu rancor que eu sigo botando cor na vida e que seja bem vinda do jeito que for
O amor a gente sempre brinda
Permita se sentir e se deixe levar
Porque o seu olhar te entrega sem falar
A vida é uma só pra tanto se questionar
Depois não adianta querer voltar
Não é fita cassete pra rebobinar

Não é que eu queira fugir
Sei que eu não vou conseguir
Eu já te fiz my darling

Madrugada teu corpo em sombra e fumaça
Tempo passa e eu só quero voltar pra tua casa
Madrugada, queimando as lembranças em brasa
Tempo passa e eu só quero voltar pra tua casa

Comentários