Fidelidade

Fidelidade

Fidelidade

Oh, Deus de Israel
Eu sei que não vim a este mundo
Adorar outro Rei
Os leões estão rugindo sem parar
Meu louvor incomodou
A todos que são contra Ti, oh, Jeová

Nada pode intercalar o louvor do meu coração
Dos manjares eu abro mão
Os palácios não quero, não!
Eis-me aqui, como Daniel, com os olhos focados no céu
Corro o risco de morrer, pois o que me importa é Lhe obedecer

Senhor, não vou dividir a minha adoração
Exclusivo é, o meu coração
Vivo só pra Ti, eu não abro mão do céu
Até diante da morte prefiro ser fiel

Nada pode intercalar o louvor do meu coração
Dos manjares eu abro mão
Os palácios não quero, não!
Eis-me aqui, como Daniel, com os olhos focados no céu
Corro o risco de morrer, pois o que me importa é Lhe obedecer

Senhor, não vou dividir a minha adoração
Exclusivo é, o meu coração
Vivo só pra Ti, eu não abro mão do céu
Até diante da morte prefiro ser fiel

Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo
À sombra do Onipotente descansará!
Direi do Senhor: Ele é o meu Deus
O meu refúgio, a minha fortaleza
Ele me livra do laço do passarinheiro
E da peste perniciosa
Ele me cobre com Suas penas
E debaixo de Suas asas eu estarei seguro

Eu não temo espanto noturno
Nem seta que voe de dia
Nem peste que ande na escuridão
Nem mortandade que assole ao meio-dia
Não importa quantos caiam do meu lado
Direita, esquerda, estou protegido
Se eu for fiel, eu moverei o céu
Deus envia anjos para me guardar

Senhor, não vou dividir a minha adoração
Exclusivo é, o meu coração
Vivo só pra Ti, eu não abro mão do céu
Até diante da morte prefiro ser fiel

Senhor, não vou dividir a minha adoração
Exclusivo é, o meu coração
Vivo só pra Ti, não abro mão do céu
Até diante da morte prefiro ser fiel

Comentários